No cenário global altamente competitivo de procurement, é fato reconhecido que o procurement na China apresenta oportunidades incomparáveis de compras para as empresas em todo o mundo. Entretanto, as empresas que tentam ao máximo fazer negócios diretamente na China descobriram que existem muitas armadilhas e as tão aguardadas economias de custo quase sempre não se vislumbram no horizonte. De fato, acabam se debatendo com questões de comunicação e diferenças culturais, dentre muitas outras complicações que podem surgir ao escolher a China como opção de sourcing em país de baixo custo.

A maior parte dos estabelecimentos legais na República Popular da China são relativamente novos e a maioria foi constituída somente depois que a China aderiu à Organização Mundial do Comércio em 2001. Empresários experientes na China carecem de familiaridade suficiente com a maneira ocidental de fazer negócios e continuam a seguir práticas chinesas tradicionais. Consequentemente, é mais importante manter uma boa relação com um fornecedor que redigir um contrato detalhado com todos os termos e condições em mente. Essas relações a longo prazo são também chamadas de “Guanxi” e são extremamente importantes para atingir o sucesso empresarial.

China – Ponto de acesso da cadeia de suprimentos

Ao longo dos anos, a China emergiu para ser um ponto importante de suprimento e se transformou no maior pólo mundial. Seu rápido desenvolvimento econômico faz do país um marcador ideal de vendedor com uma atmosfera de garimpo de ouro. Enquanto as empresas consideram formas mais novas e inovadoras de sustentabilidade controlando seus custos e ao mesmo tempo buscando qualidade e melhoria do produto, o procurement na China parece ser a melhor opção. No entanto, deve-se ter em mente que os lucros iniciais são cruciais para determinar a relação com fornecedores chineses. É importante que seu primeiro projeto seja bem pesquisado. Lembre-se que os chineses não são o tipo de pessoas que admitem suas falhas diretamente e existe a possibilidade de eles não manterem os níveis de qualidade para ofertas baixas. Portanto, para empresas que procuram vantagens de sourcing global na China, é importante considerar os riscos potenciais e as melhores maneiras de enfrentá-los.

Valor do serviço de sourcing na China

É fundamental desenvolver uma estratégia de sourcing para estabelecer um processo e também alcançar os benefícios esperados. Dependendo de suas necessidades, você pode escolher uma abordagem de desenvolvimento de fornecedor ou até uma estratégia de proposta competitiva mais tradicional. De qualquer modo, você precisará dos serviços de uma empresa experiente para a seleção e contratação do fornecedor. Existem diversos fatores não relacionados com preços que ajudarão a orientar a decisão de escolha do fornecedor e somente um prestador de serviços de procurement estabelecido na China pode ajudar a avaliar todos esses fatores. (qualidade, entrega, inovação…). Eles ajudarão a transmitir as exigências dos níveis de serviço e desempenho esperados de seus clientes para os fornecedores enquanto advertem os fornecedores sobre as consequências do não cumprimento. Eles seguem uma abordagem disciplinada, de forma tal que sua relação com os fornecedores chineses pode ser estruturada para obter o máximo de benefícios.

Procurement na China – Faça a China trabalhar para você

As empresas em todo o mundo acreditam que a China é líder mundial em fabricação competitiva em termos de custos. Porém, o sourcing global na China pode acabar se tornando problemático devido às barreiras culturais. Tentar realizar procurement à distância direto com o fabricante na China é uma receita provável de frustração e fracasso. Entretanto, as empresas de procurement podem ajudar a encontrar soluções de acordo com suas necessidades específicas. Com a ajuda de especialistas trabalhando para tais empresas, você pode vencer as complexidades culturais e logísticas que possam apresentar-se. Agilize seu processo de compras hoje e ajude sua empresa a lidar de forma eficaz com os problemas mais comuns enfrentados por outros, ou seja, treinamento de pessoal, desenvolvimento e retenção no país de sourcing, riscos de sourcing global (qualidade, entrega, responsabilidade social) e trabalho em equipe multidisciplinar e colaboração entre a equipe de procurement na China e os colaboradores-chave no país de origem